segunda-feira, 30 de março de 2009

Os desorientados jornais pensam seu futuro


Fiquei impressionado. Li no Comunique-se que em seminário nesta segunda, na Fundação Getúlio Vargas, os principais representantes da mídia corporativa tupiniquim estão perto de montar uma estratégia única para salvar seus negócios.

Para o o diretor de conteúdo do Estadão, Ricardo Gandour:


Todos os jornais devem fechar o conteúdo gratuito e passar a cobrar. Senão, será a morte do jornalismo.



Já para o diretor de redação do O Globo, Rodolfo Fernandes:


Quero ver alguém convencer o meu filho a pagar por uma informação que ele foi acostumado a ter de graça.



Perfeito, falta só acertar alguns poucos pontos, estão quase chegando a um acordo.

Para Gandour, diria que na hora de todos fecharem suas notícias, cobrando por cada texto, os blogs vão comemorar. Basta ser assinante e comentar o que leu para garantir a audiência que os jornais perderão. Mais fácil e legal que copiar MP3. Para o Fernandes, diria que não entendo como pensando assim, O Globo ainda fecha seu conteúdo e não permite nem um corta e cola para mandar a notícia pela internet, onde o jornal iria fidelizar ou ganhar novos leitores.

Acho que ainda faltam muitos seminários para acertar as idéias. Ou uns 5 mil consultores para ensinar o óbvio...

8 comentários:

romério rômulo disse...

jurandir:
a panela está perdida e o dantas não tem como resolver o problema.
romério

Maybe Tomorrow disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk Quem bom !

Abrs

Anônimo disse...

Já vão tarde. Abraço. Roberto.

Anônimo disse...

Não vale a pena ler o Globo, mas só pra sacanear eu seleciono o texto que quero e imprimo (imprimir pode) para um arquivo pdf e salvo o pdf, voilà o texto salvo.

Tarciso disse...

Apenas bradar contra a Ditadura é fácil. Que tal se, em memória dos mortos e desaparecidos, em cada blog tivéssemos links para o Portal “História dos Crimes da Ditadura”? Nomes e feitos dos governadores, senadores, deputados, de todos os estados...Descrevendo benesses que ganharam as construtoras,jornais, TVs, rádios, que de bandidos como Maluf, ACM, Jaime Canet , Jaime Lerner, Ney Braga, Bornhausen, Marchezan, e tantos, que construíram impérios econômicos à custa da "Revolução de 64"e das prisões, torturas, assassinatos e perseguições que promoveram.Muito dificil? Será? Só basta publicar matérias de jornais da época...mas identificando os que hoje posam de "democratas"mas são, assassinos e ladrões que aproveitaram do regime para enriquecer, fazendo o serviço sujo.Esses caras atrapalham o progresso do país até hoje porque não foram condenados pelo que fizeram.Temos obrigação de desmascará-los.Nossos mortos merecem isso de nós.Coragem!

Anônimo disse...

Gordon Brown cita críticas de Lula em entrevista com Obama

Brown e Obama reuniram-se um dia antes da cúpula do G20

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, citou uma crítica do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira durante entrevista coletiva ao lado do presidente americano, Barack Obama.

Os dois líderes encontraram-se separadamente um dia antes da cúpula do G20, em Londres, que discutirá soluções para a crise financeira global.

Obama falava aos jornalistas sobre a necessidade de se buscar soluções em vez de apontar culpados pela crise. Ao falar sobre o tema, Brown citou uma crítica que ouviu do presidente brasileiro.

"Eu estive na semana passada no Brasil e eu acho que o presidente Lula vai me perdoar por citá-lo. Ele me disse: 'Quando eu era sindicalista, eu culpava o governo. Quando eu era da oposição, eu culpava o governo. Quando eu virei governo, eu culpei a Europa e os Estados Unidos'", disse Brown, arrancando sorrisos de Obama.

"Ele [Lula] reconhece, como nós reconhecemos, que este é um problema global. É um problema global que exige uma solução global."

"O que aconteceu essencialmente é que a mobilidade do capital financeiro internacional superou os mecanismos nacionais de regulação. E se nós não aceitarmos isso como o problema, nós não vamos ajudar a resolver a crise esta semana", disse o premiê britânico.

fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/04/090401_brown_obama_dg.shtml

Alex disse...

PESSOAL, OLHEM O ABSURDO!

Viaturas da PRF são usadas como carro particular .Vejam também as motos Harley Davisson da PRF. Todas paradinhas. Quem pode usar é a Chefia.


Imagens flagram inspetora da Polícia Rodoviária Federal usando a frota oficial para ir e voltar ao trabalho; agentes reclamam
Vejam a tranquilidade da Inspetora com sua viatura Blazer... Ela usa várias viaturas federais para ir para sua casa, em São Vicente. A gasolina? paga com nossa grana.
Aí os policiais rodoviários ficam sem viatura para patrulhar. Ou melhor, naquele posto, 1 viatura para 6 policiais. Um deles disse que a Inspetora recomendou que sentassem um no colo do outro para se locomover.
Vejam a matéria da Terra TV. Acreditem, se quiser!

http://terratv.terra.com.br/templates/channelContents.aspx?contentid=227389&relatedsFrom=227436&relatedsPosition=1&channel=2481

cissa disse...

Hahaha! Até parece que alguém vai pra ler notícia mentirosa. É só entrar na Reuters, é de lá que eles copiam a base dos textos. Mas que façam isso mesmo, é dar tiro no pé, assim fecha tudo logo. Um viva aos blogs!