sexta-feira, 20 de março de 2009

Prender banqueiro é crime, torturar doméstica não

Do site da Carta Capital, matéria de Leandro Fortes:

A máquina de moer reputações acionada dentro da Polícia Federal para punir o delegado Protógenes Queiroz tem funções seletivas. Desde a prisão do banqueiro Daniel Dantas, em julho de 2008, a cúpula da PF dedica-se integralmente a tentar indiciar criminalmente Queiroz, acusado de vazamentos e práticas ilegais durante a Operação Satiagraha. Mas nem todo mundo recebe o mesmo tratamento. A Corregedoria-Geral da PF, órgão responsável por investigar os crimes cometidos por policiais federais, arquivou, sem publicidade nem vazamentos, em 29 de janeiro, um processo de tortura supostamente praticada por ninguém menos que o delegado Luiz Fernando Corrêa, diretor-geral da instituição.

Corrêa foi acusado de deter ilegalmente e torturar, à base de chutes, pauladas, socos e eletrochoques, a empregada doméstica Ivone da Cruz, em 21 de março de 2001, nas dependências da Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. Ivone, então com 39 anos, trabalhava na casa de uma mulher identificada apenas como Ocacilda, também conhecida pelo apelido de “Vó Chininha”, avó da mulher do delegado, Rejane Bergonsi. Presente durante um assalto à casa da patroa, Ivone acabou apontada como suspeita de cumplicidade com os criminosos, embora nenhuma prova ou evidência tenha sido levantada contra ela até hoje. Corrêa era, então, chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da PF em terras gaúchas.

Leia o resto no site da Carta Capital

2 comentários:

Chico Cerrito disse...

A canalha está toda assanhada comemorando notícias ruins para o Brasil, mas isso para eles não importa. Estão comemorando previsões ruins de crescimento do país em 2009, feitas por agências e bancos ianques neo-liberais; comemorando a impunidade explícita dos crimes de colarinho branco dessa escória de DDs, Najas, Pittas e outros FDPs, apoiados pelo PIG e com a proteção de GM, o supremo cancro ; comemorando a nova desmoralização do senado em benefício de Serra por motivos que todos já estavam cansados de saber ou que os focas do PIG não queriam antes "descobrir", mas agora passou a interessar; comemorar o leve arranhão na popularidade do Lula; comemorar que nesse país, com o beneplácito do PIG e do poder judiciário (o mais corrupto do universo)se eu tenho um dossiê provando que você é ladrão, eu vou preso, você fica solto numa boa.
Enfim, eles tem motivos para comemorar, resta saber por quanto tempo.
Sempre que lembro dessa escória me vem a mente a música de Walter Franco, Canalha.
link: http://www.lastfm.pt/music/Walter+Franco/+videos/+1-FoWePTE9MHI

Imprensalivre disse...

Que tal criar um blog "osamigosdoditadorgilmardantasedobanqueirobandidodanielmendes" onde seriam publicadas todas as estrepolias armadas pelos dois para dar um golpe de Estado no Brasil.