domingo, 30 de setembro de 2007

Veja: o desespero do panfletão

Não há limites para o embuste da revista Veja. Em sua última edição ela coloca sua máquina de desinformação e mentiras para tentar mudar a história, recontando um Che Guevara como frio assassino, segundo ela, bem longe da visão romântica que o cercou até hoje. Para isso, usa como fontes confiáveis o escritor cubano Huber Matos, um notório renegado dos ideais da revolução e Felix Rodrigues, um agente da CIA, que esteve presente no assassinato do revolucionário. Este é o jornalismo verdade da revista, que pertence a uma editora que usa empresas fantasmas para esconder uma enorme maracutaia de venda de seu capital social.

CPI da TVA-Abril já!

3 comentários:

carlos disse...

quando vi a capa dessa semana... apelação quase risível

Anônimo disse...

Há pouco mais de dez anos (julho de 1997) essa mesma revista publicava essa matéria sobre o Che:
http://veja.abril.com.br/090797/p_088.html

Quem lê uma e lê outra entende no que se transformou essa revista...

Jurandir Paulo disse...

Valeu os comentários. Boa contribuição, Anônimo. Comento em nova postagem. Obrigado.