quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Abrimos o armário do Kassab

3 comentários:

Briguilino do Blog disse...

Como sempre abundacanalha genial. Vou "robar" mais esta de vocês. Abraço!

Jurandir Paulo disse...

Briguilino, você é da casa, ladrão do bem. Use e divulgue. Abraços.

Anônimo disse...

DA SÉRIE TENHA FÉ IRMÃO - 2

Eduardo Paes (do Blog do Noblat):

Eu era assim....

23/05/2005 – "O PT comanda a gestão das realizações zero. E o presidente petista é o das trapalhadas mil". (Em sessão da CPI do Correio ao dizer que o governo Lula não tem o que falar sobre avanços no desenvolvimento do país e nem deve se comparar com a gestão FHC.)

4/7/2005 – "O presidente está dando uma de autista. Omisso. Tem que parar de fazer cara de menino abandonado, mal informado, e determinar uma investigação rigorosa". (Crítica ao comportamento de Lula durante a crise do mensalão.)

15/7/2005 - "O presidente é igual a um técnico de futebol que está treinando aquele time há muito tempo, escala um bando de gente que faz gol contra, impedimento, defende mal e faz falta o tempo todo. E o pior, não faz substituição no time. O presidente Lula, no mínimo, é muito conivente e omisso na sua função e de bem intencionado o inferno está cheio". (Crítica à forma como Lula aborda a reforma política. Segundo Paes, propor a reforma política em meio à crise é uma forma de esconder escândalos no governo.)

31/8/2005 – "Cada vez fica mais claro que o PT e o governo Lula utilizam uma estratégia malufista. Negam qualquer coisa, dizem que é uma grande estratégia da direita ou de forças da imprensa contra o partido". (Em depoimento aos jornalistas no Congresso sobre a atitude de Lula no caso do mensalão.)

21/9/2005 - "É inaceitável que essas pessoas que trataram o governo como uma forma de ascensão social façam acusações mentirosas e levianas. Eu repudio, é inaceitável. O PT é 'mensaleiro'". (Durante depoimento do banqueiro Daniel Dantas na CPI do Correio)

7/10/2005 – "Só Freud [Sigmund Freud, o pai da psicanálise] explica o comportamento de Lula. Pois exagera nas mentiras para se convencer que são verdades". (Crítica ao comportamento de Lula na crise do mensalão.)

E fiquei assim:

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Ex-tucano e crítico severo do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato do PMDB à prefeitura do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, elogiou nesta segunda-feira a gestão federal e disse que "adoraria" ter o apoio de Lula na eleição.


(...) "O governo Lula foi a salvação do Pan", disse Paes, na primeira deferência feita à administração que antes combatia, em sabatina do Grupo Estado, na Associação Brasileira de Imprensa.

FONTE: tá no Blog do Nassif