quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Pobres comprando? Que absurdo, diz o Globo


O jornal O Globo parece querer fazer humor, só pode. No ano passado, colocou seus analistas para desenharem um monstro sobre a crise. Disseram que o governo Lula não estava preparado para enfrentá-la. Sugeriram uma forte pisada no freio da economia. Sorte que poucos empresários acreditaram. Agora, explode o consumo e reclamam do Lula por baixar impostos. Querem o aumento de juros para controlar o desabastecimento. A manchete de hoje entrará para a história da farsa jornalística: “Lula estimula mais consumo e produtos começam a faltar”. Sim, faltam condicionadores de ar, picolés, cocas-zero e a culpa não é do calor, mas do Lula.

Logo logo vai aparecer um editorial do Globo para versar sobre os novos tempos bolcheviques, onde os “homens de bem” precisam se misturar ao povo para comprar seus eletrodomésticos. Será que a Daslu já vende condicionador de ar? Sugerindo pauta para o professor Hariovaldo Almeida Prado, segue um vídeo onde podemos aprender a fazer um condicionador de ar, já que o governo stalinista de Lula patrocina a escassez de produtos com sua política econômica de inspiração cubana:



Só um detalhe: no final da reportagem do Globo, em seu último parágrafo, uma visão diferente de analistas. Lógico que não mereceu atenção e não motivou outra manchete:

Para alguns economistas, um paradigma está sendo quebrado no Brasil. Ao estimular o consumo o governo provoca o espírito empreendedor e criam-se condições favoráveis para que o investimento se realize, com crescimento sustentável.

8 comentários:

Romanzeira disse...

Rapaz, mas eu levei um susto com essa manchete hoje. Quando li, me veio a cabeça terríveis recordações do plano cruzado. Levada pelo impulso e pavor li o subtítulo ainda temerosa: condicionadores e ventiladores!!!??? Eu pensando na falta de ovo, na falta de carne, de feião e etc... e o estardalhaço é por causa de eletrodomético?!
Só pode ser sacanagem com a nossa cara!!!

Zeca disse...

O calor é culpa do Lula. O efeito estufa é culpa do Lula. As chuvas, as catástrofes, os deslizamentos de terra, os acidentes de trânsito, o bolo que abatumou, o orgasmo que falta a Miriam Leitão. TUDO, absolutamente TUDO é culpa do Lula.

Felipe Canêdo disse...

"Na verdade a Globo tá tentando se eximir de suas culpas. O que não é culpa da Globo hoje?"
Acho que na verdade ela tá esperneando com medo da mudança de áres na América Latina, principalmente em relação à conjuntura da comunicação e a dos grandes veículos. Hehehe, o Estado de Minas deu uma mancada aqui anteontem sobre o PED do PTMG que também que foi engraçada.

Carol de Andrade disse...

Pois é, mais uma vez a mídia tendenciosa coloca em "letras miúdas" um parecer favorável a uma medida de Lula de fomentar a economia.

Não é mais surpresa para nós que somos seres que buscamos informação, mas os que estão habituados a acompanhar essa mídia tendenciosa detentora por muitos anos do monopólio da informação e por isso viciados na mesma ficam como fantoches. Espero que 2010 (eleições) as pessoas não acompanhem essa mardita. (rs)

Mais uma vez e incansavelmente, parabéns pelo seu blog!!! Sou fã de cartinha!!!!

aiaiai disse...

O mais inacreditável é que não teve redução de imposto para ar condicionado. Sei disso porque estava querendo comprar um e to esperando o lula baixar o imposto do bichinho kkkkkk.
Se eu fosse o mantega, só por causa dessa manchete, eu mandava tirar todos os impostos de ar condicionado e ventilador e picole e coca zero por um mês...só de sacanagem kkkkkkkkkkkkkkkkkk

marcosomag disse...

Eu acho que "O Globo" quer bater o recorde de capas ridículas, que pertence a "Veja". Eu mesmo já escreví um artigo (dá uma "googlada" em "marcosomag" "veja" e "ben johnson") sobre ridículos históricos de "Veja" em suas capas.

Remindo disse...

Os grandes jornais estão alardeando, que como o Lula inseriu os pobres no mercado de consumo, vão faltar produtos no mercado. É um tiro no pé. Como nano vai haver produtos para vender, o empresário não vai anunciar e este não anunciando o jornal vai se ferrar. Já tinham feito isso antes, quando quiseram trazer a crise capitalista para o Brasil.

Mordechai disse...

Aí você vê que nem capitalista este pessoal é, porque senão estariam agradecendo que há consumo, que os pobres estão comprando... não, a elite brasileira é aristocrática, herdeira da escravatura e saudosa deste, para eles "consumo" é forma de diferenciação social e deve ser restrito aos ricos, os pobres só servem para trabalhar e ganhando pouco...