quinta-feira, 8 de maio de 2008

Foi Dilmais...



Ao amanhecer da quarta-feira, fiquei preocupado ao ler reportagem de Gerson Camarotti na página 11 do jornal O Globo. Era puro alarmismo. Segundo o texto, a ministra Dilma Roussef iria depor na Comissão de infra-estrutura do Senado no momento em que funcionários de seu gabinete faziam uma rebelião interna, desejosos de incriminar a secretária Erenice Guerra como responsável pela montagem do tal dossiê, com o objetivo de se livrarem de responsabilidades no episódio. A crise havia se instalado na Casa Civil e já tinha chegado ao gabinete de Lula. Vários parlamentares governistas estavam cientes e preocupados. Climão. Derrota.

Ao ler, concluí que Dilma seria massacrada no Senado. Talvez nem mais fosse lá. Mas, a história foi outra. E, o mais surpreendente, quem melhor mostrou foi o Jornal Nacional, da mesma empresa que paga o salário do repórter Gerson Camarotti. No bloco sobre a audiência no Senado, destaque sobre o pito da ministra no filhote da ditadura. Correto relato sobre a perda de rumo da oposição, com ótimas imagens de suas caras de moleques que fizeram travessura. Mostraram a firmeza de Dilma ao negar o suposto Dossiê, e o fato que os parlamentares tiveram que ouvir horas sobre o projeto do PAC, em detalhes. Bem feito.

Enfrentando divisão interna, uma coleção de derrotas em todas as suas tentativas golpistas, mesmo com a forte ajuda da mídia, a aposição nesta quarta teve finalmente seu réquiem. E transmitido para milhões pela Globo. É edição histórica, vamos guardar. Eles se foram. E já vão tarde.

3 comentários:

alexandre disse...

O amigo Jurandir precisa ver a versão na íntegra(tem um link no blog do Nassif)porque o jornal Nacional não foi tão correto assim.Foi pragmático.Esconder o fato político debaixo do tapete seria bandeiroso demais.Mas assistindo a versão integral e a ediçÃO DO jN, tu verás que ao final da fala da Dilma,a sala veio abaixo em aplausos.Só faltou alguém gritar "Bravo!!".E esses aplausos foram cirurgicamente excluídos na edição.E note também que a Delis Ortiz se preocupa mais em criticar a oposição imcompetente do que focar Na grandeza dessa mulher chamada Dilma Rousseff.De qualquer maneira,foi mesmo Dilmais!!

Jurandir Paulo disse...

Pois é, Alexandre. Estou longe de imaginar a Globo reconhecendo a Dilma. Eles são tucanos, demonstraram na cobertura a divisão da oposição, cutucando os ex-aliados. Mas não deixaram de demonstrar que, mesmo com todas as suas tentativas contrárias, Dilma ontem nasceu candidata a presidente e com grandes chances. Foi fato que vai marcar os próximos capítulos. Eles terão agora muito mais trabalho.

Anônimo disse...

Caros,

Postei há pouco em meu blog, um post do Nassif, desmascarando a farsa do PSDB, na armação do Dossiê!

Abraço

Igor
http://alexeievitchromanov.zip.net