segunda-feira, 5 de maio de 2008

Além de Ronaldo



Passei o dia de hoje ouvindo opiniões sobre o mico de Ronaldo. Elas estão em toda a parte. Condenam. Reclamam. Fazem todas as piadas. Há motivos. Impossível ficar impassível frente à tamanha pisada na bola. Mas admito ter certa compaixão pelo ex-craque, que há muito não joga futebol, e imagino que agora mesmo é que nunca mais vai pisar em campo como profissional. Lamento a decadência do ex-menino que vi marcar gols sensacionais. O craque, o estilo explosivo, há muito se foram.

Cobrem da Nike suas responsabilidades. O menino virou caixa-forte de boa grana. Colocaram uma redoma e o seqüestraram bem cedo, quando perdeu a malandragem de Bento Ribeiro, o tanto que havia para aprender. Ficou o falso brilho da burguesia, seu entorno, as enganosas benesses, que mal soube como aproveitar. Romário deu um drible nele em experiência. Este fez de tudo, tomou todas, sem dar mole e sem virar valorizada caixa de sabão em pó. Mas Ronaldo virou apenas pó. Um Kaspar Hauser, preso no porão pela cupidez do patrão. Sendo tratado ainda ontem como menino bobo, no pai Fantástico, derradeira tentativa de salvar o investimento da mídia e seus aliados anunciantes.

Prefiro ficar com as imagens do craque. Lembro o azar e a sorte de Heleno de Freitas não ter convivido com um mundo de vídeos feitos até por pequenos artefatos no bolso. Não foram registradas suas melhores jogadas, nem suas mais notórias pisadas na bola. Espero que de Ronaldo fiquem na memória os seus melhores momentos, e a consciência de que há uma máquina capitalista de triturar meninos, principalmente os que sabem jogar futebol.

10 comentários:

Briguilino disse...

Concordo plenamente com sua postagem. Os meninos bom de bola hoje viraram maquinas de ganhar dinheiro e muitos esquecem de treinar e jogar (o que no fundo lhes sustenta)e despencam ladeira abaixo.

alexandre disse...

Essa nossa cultura do linchamento antropofágico é vergonhosa.Muito falso moralismo,muita hipocrisia,mas o que fica desse moleque Ronaldo foi a alegria de 2002.O exemplo de 2002.Os leitores de Veja e assistidores de fantástico que se locupletem no escândalo,que a alegria de 2002 ninguèm me tira,nem tira do Ronaldo e nem dos brasileiros que amam futebol e tem mais o que fazer.

Anônimo disse...

gostei muito desse comentário,só tenho uma retificação,não é Bento Gonçalves,o certo é Bento Ribeiro

Jurandir Paulo disse...

Obrigado, anônimo, já foi corrigido.

Anônimo disse...

Vc viu Dilma no Senado? Dilma 2010.

Carlinhos Medeiros disse...

AAAHHHHHHHHHHHHHHKAKAKAKAKAKAKAKA!!!

SINHOZINHO AGRIPINO AMORDAÇADO?!...KAKAKAKAKAKA!!!

Pô Jura, faz um template pra bodega. Tipo algo que passe a idéia de coletividade, consciência cidadã e oposição a estes pulhas que eu te mando um CD Lua Rara para amenizar as viagens no Chevette 78 a gás!!!
(ou para piorar...kkkkkkkkk!!!)
Abs!!!

Anônimo disse...

Oi Jurandir.
Fiz uma seleção de alguns textos seus para serem analisados pelos alunos das cinco turmas de um cursinho pré-vestibular em que dou aulas.
Mas não se preocupe, citarei a autoria e indicarei o blog.
Abraço.

Jurandir Paulo disse...

Caro anônimo, fico muito feliz pela escolha. E muito curioso para saber deposi do resultado. Um forte abraço.

Cris disse...

Disse tudo.
Eu adoro o Ronalducho.
Trituraram o garoto.
Gosto da imagem da campanha "eu sou barsileiro e não desisto nunca"...ele é um campeão!

mario disse...

deixa de ser puxa-saco, o ronaldo um coitado?conta outra, esse cara só está pagando por todos os crimes que cometeu.