sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Jornalismo de muitas calorias

Rogério Simões, editor da BBC Brasil, publica artigo em que descreve a cautela que tiveram em dar a notícia do caso Paula Oliveira. Afirma que no jornalismo é sempre necessário antes duvidar, depois tentar a confirmação de fontes. E critica o restante da imprensa que não seguiu esta recomendação, vangloriando-se: “Nós, aqui na BBC, somos pagos para duvidar”. Mas, parece que a cautela não adiantou muito. Adiante, no texto, confessa que foram ludibriados em acreditar nos fatos por fonte do governo brasileiro, que os revendeu “a veículos de imprensa, entre eles a BBC Brasil, como um fato comprovado e digno do selo presidencial”.

Explica como trabalharam e foram enganados:

“No caso da brasileira na Suíça, nós ficamos sabendo do suposto ataque na noite de quarta-feira, dia 11. "Quem está dando a notícia?", perguntei ao redator que me ligara de São Paulo para a redação aqui de Londres. "Está na TV." Fomos checar em agências de notícias, e nada. A parte em inglês da BBC desconhecia. Aqui, se o caso não foi apurado diretamente por nós, precisamos de pelo menos duas fontes para publicá-lo no site ou levá-lo ao ar. Ou alguma fonte de credibilidade a que possamos atribuir as informações. Mas não tínhamos nada isso e não podíamos nos basear apenas num canal de televisão, que por sua vez se baseava em um blog. Preferimos esperar para saber se o governo brasileiro se pronunciaria sobre o assunto.”

Como fizeram?

“Ainda naquela noite, depois de falar com um porta-voz do Itamaraty, publicamos nosso texto. Atribuímos tudo ao Ministério das Relações Exteriores.”

O que diz o texto? Exatamente apenas o que estava no blog do Noblat e que repercutia em outros sites de notícia. Quem era o porta-voz do Itamaraty? Como ele apurou os fatos? O Itamaraty não faz jornalismo. Se é para trabalharmos com dúvida, tenho uma: talvez nem fosse exatamente um representante do Itamaraty. Pela diferença de fusos, poderia ser horário de almoço aqui, falaram com o rapaz da limpeza, que disse o que até então todos sabiam pela TV e pela internet.

E segue ele, em momento autocrítico:

“Onde poderíamos ter feito melhor foi no título. "Brasileira grávida de gêmeos é agredida na Suíça e perde bebês", dissemos. Mas o melhor teria sido algo como "Brasileira diz ter sido agredida na Suíça e perdido bebês" ou "Itamaraty denuncia agressão a brasileira na Suíça".”

Pronto. Este é o jornalismo de uma corporação de mídia. De Londres, alguém liga para um “porta-voz” do Itamaraty que confirma aquilo que buscam. Não é a notícia que procuram, mas o “selo” para dar crédito ao que desejavam. E ainda se prestam ao papel de dizer que fizeram tudo correto, mas infelizmente foram enganados.

Acho que uma ótima maneira de entendermos como funciona a fábrica de salsichas do jornalismo é lermos o depoimento do Sérgio Leo, que estava presente na entrevista coletiva de Celso Amorim a imprensa, dia 12. Os repórteres cobravam posição do governo sobre xenofobia. Perguntaram várias vezes, insistiram. Amorim foi cauteloso. Outro repórter pergunta se o caso seria levado à ONU, o ministro diz que seria prematuro. No dia seguinte os jornais destacam que o governo falou em xenofobia, que levaria o caso à Comissão de Direitos Humanos da ONU.

Cuidado com a próxima degustação de jornalismo.

8 comentários:

Anônimo disse...

ENQUANTO ISSO, EM PORTO ALEGRE

TÁ TUDO DOMINADO!!!!

ZERO HORA:
Sem provas, PSOL acusa governo Yeda

FOLHA: Sem provas, PSOL acusa Yeda de prática de caixa 2 e desvios

ESTADÃO: Yeda é acusada de comprar casa com caixa 2 / PSOL faz denúncias contra governadora e ex-auxiliares, sem mostrar provas

Comentário feito pelo Luciano - no Blog do Nassif

Anônimo disse...

OLHA QUE IMPRENSA BACANA..
OLHA A "LISURA" DA FOLHA...

Quando é do PSDB a Folha de São Paulo exige provas.

No caso do PT e do presidente Lula não é necessário

Sem provas, PSOL acusa Yeda de prática de caixa 2 e desvios.
Partido diz que vídeos revelam envolvimento direto de governadora no caso Detran.

Acusações surgem dois dias após morte de ex-secretário da tucana; empresário teria entregue fitas em acordo de delação; Justiça não confirma.
GRACILIANO ROCHADA AGÊNCIA FOLHA, EM PORTO ALEGRE

comentário: é ou não é uma “imprensa isenta”?

aiaiai disse...

Como jornalista que não pisa em redação já há algum tempo, graças a outros talentos que possuo (kkkkkk) eu sempre digo para as pessoas quando me apontam que tal ou qual jornal/revista/etc afirmaram isso ou aquilo:

não acredite em jornalismo. Te garanto, é como restaurante de comida chinesa, se vc for na cozinha não come mais. Quando vc participa de uma redação, mesmo que por pouco tempo, se não for um completo imbecil, acaba percebendo que o processo de fazer jornalismo é simplesmente nojento! O que mantem o jornalismo é a vaidade das pessoas que o fazem - elas se acham muito interessantes e inteligentes - e das pessoas que o consomem - se acham muito bem informadas!

DANIEL PEARL disse...

Jurandir, A Equipe do blog da Dilma 13 Presidente lança para todo o Brasil a TV BLOG DA DILMA.
Convidamos a assistir a 3 reportagens e a trajetória da Dilma Rousseff.
Atenciosamente,
Daniel Pearl - coordenador geral
http://dilma13.blogspot.com/

REPORTAGENS:
http://www.youtube.com/watch?v=jdQJuP-YIX8&eurl=http://dilma13.blogspot.com/
TRAJETÓRIA DA DILMA:
http://www.youtube.com/watch?v=gJqkGQTG6GI&eurl=http://dilma13.blogspot.com/

olhosdosertão disse...

Olá companheiros e companheiras, criei o blog Olhos do Sertão para ser um espaço informativo e formativo sobre coisas do Brasil. Venham participar. Coloque Olhos do Sertão em seus favoritos e divulgue. Agradeço: Olhos do Sertão.
http://olhosdosertao.blogspot.com/

Walmir disse...

Mano Jurandir,
foi muito sem graça todo o ocorrido.
E mais sem graça ainda os passos contidos que a TV brasileira - Globo à frente - deu para reparar o malfeito. Devagarinho. Como se todos fossem descobrindo véu por véu, a trama de que "foram vítimas". Quiseram esconder a bola pisada.
Paz e bom humor, blogueiro.

MOITAVERDEJANTE disse...

MÍRIAM LEITÃO. MISTURA DE URUBÚ SEM ASA, COM CORUJA SEM BICO! É DURO ATURAR ESSA FIGURA GROTESCA, PORTADORA DE SOMENTE NOTÍCIAS "FUNESTAS", PREVISÕES "CATACLÍSMICAS" E POR AÍ VAI. PROFETA DO APOCALIPSE, MAS SÓ EM RELAÇÃO AO GOVERNO LULA. ESSA AVE DE MAU AGOURO DEVERIA VOAR PARA A TERRA DE SEUS "PADRINHOS", OS E U A !

Anônimo disse...

DEPOIS DE BÁRBARA, DANUSA,OUTRA ‘CANSADA’ DA VIDA

Trechos artigo de Danusa Leão

(…)

Quando Itamar apareceu na avenida, 15 anos atrás, foi um grande auê com palmas carinhosas de todos que passavam (depois que Lilian Ramos apareceu foi outro auê). Todos queriam saudar nosso então presidente. Mas desta vez a presença de nossa autoridade máxima foi um fiasco.

E d. Marisa deu, enfim, sua contribuição como primeira-dama: foi quando reclamou com o ministro Temporão que não havia camisinhas no banheiro das mulheres. Que beleza, ter uma primeira-dama tão cuidadosa.

Depois de tantos anos sem dizer uma só palavra, ela perdeu uma boa oportunidade de ter continuado muda e calada como sempre esteve. Foi uma pena nossa jovem Dilma não ter vindo também. Ela teria certamente contribuído para que a indiferença carioca se mostrasse ainda mais evidente.

Aliás, segundo amigos pernambucanos, sua passagem pelo Estado foi em branquíssimas nuvens. Lá também não aconteceu nada. O trio da alegria -Cabral, Paes e Lula- bem que se esforçou, mas no Carnaval não fez nenhum sucesso.