terça-feira, 16 de dezembro de 2008

O que vi no Roda Viva

Não foi muito diferente do que imaginava. Os entrevistadores do Roda Viva levantaram a bola para Gilmar Mendes fazer seu joguinho, repleto de dissimulações, diversionismos e empáfia. Não me impressionei com Eliane Catanhêde, como hoje leio em alguns comentários em blogs. A jornalista da febre amarela fez pose para a foto. A previsibilidade foi antecipada ontem em post do Rodrigo Vianna. Bem sacado, lembrou de quando Brizola esteve no programa, os entrevistadores eram claramente seus inimigos. Um deles, jornalista do Estadão, de notória vocação reacionária, provocou Brizola com uma antiga lenda sobre dinheiro de Cuba para a guerrilha, supostamente embolsada por ele, o que motivou seu apelido de “El Raton” dado por Fidel. O resultado foi antológico. Brizola virou o jogo e chamou o entrevistador diversas vezes de Raton, que a cada momento mais ficava parecido com um rato, acuado na sua maldade.

Gilmar teve vida fácil. E saiu pela tangente nos pouquíssimos momentos de perguntas mais constrangedoras. Indagado sobre os vários processos a seu irmão, em Diamantino (MT), respondeu que eles não existem por não terem chegado à primeira instância, tal questionamento só havia por parte de uma “revista desqualificada”. Não levou em conta que em sua terra não existe estado de direito. A justiça é feita à bala, tal como a que matou a jovem Andréa Paula Pedroso Wonsoski, que fazia oposição a seu irmão. Ninguém ousou questionar, defender o sério jornalismo da Carta Capital, nada a acrescentar. E foi possível ouvir risinhos dos entrevistadores ao fundo.

É a cara de nossa elite, ainda com os dois pés na casa grande. Escárnio com o andar de baixo em caricatos momentos orwellianos, quando falam de “jornalistas de aluguel”. Não, não são os que recebem gratificações de Dantas, que estão com seus nomes arrolados nas investigações da Satiagraha. Não. Segundo Mendes são os blogueiros, que existem por patrocínios obscuros.

É muita canalhice para um dia só.

11 comentários:

Kelly disse...

O Reinaldo Azevedo se superou na adulação. chegou a ser constrangedor. e Eliane fingindo ser a "policial má"? triste espetáculo. e pensar que aquele homem é o presidente do stj. se bem, que pensando no nosso país, faz TODO sentido, infelizmente.

Carlinhos Medeiros disse...

Até o dado momento foi o único blogueiro que fez um resumo do circo montado para ver se GargaMel ficava mais leve diante dos últimos acontecimentos.
Não assisti a porcaria, como só temos uma TV (uma dádiva), minha companheira optou em assistir "Em busca do Nemo" e eu fiquei fuçando na Net.

Mas Seus olhos me guiaram, não tenho dúvida, obrigado.

Carlos disse...

O reinaldo azevedo foi ridículo, a eliane posando de má não enganava nem criancinha, e o ministro se fingindo de aborrecido com as perguntas dela foi uma caricatura. Mas quando ele pregava seus dogmas, com aquele dedo indicador levantado, me lembrou muito os generais do golpe militar a esbravejar com jornalistas, ameaçando de prisão quem ousasse contestá-los...

Anônimo disse...

Roda Viva!O espetáculo foi bem preparado, no entanto...os risinhos de fundo quando houve pergunta séria sobre os vários processos contra o irmão e que não chegaram à primeira instância e a resposta contundente"não havia processo" óbvio, não deixou dúvidas prá ninguém que, de fato, era um espetáculo.
Pena que nossa indignação não nos leve também aos sorrisinhos!
Parabéns pela matéria!
Branca.

aline disse...

Muito bom, Jurandir. Qdo eu soube da pauta do programa, pensei em vc na hora. A tv Cultura não pega aqui, mas eu ainda não sei se gostaria de ter assistido isso. Porque a gente, de tão calejado, acaba olhando pra isso com algum cinismo. E, sei lá. As vezes eu deprimo mesmo.

Um abraço, e para´béns pelos posts. Estão ótimos.

Luís Henrique disse...

Jurandir,

Pergunto: esse Roda Morta conseguiu ser pior do que aquele em que "entrevistaram" o ACM?

Ricardo Soares disse...

não vi pra não vomitar... ótimo post...

Jurandir Paulo disse...

Luis Henrique, soube que no de ACM ninguém queria ir, foi difícil arrumar entrevistadores. Não sei como foi.

Obrigadão, Ricardo.

Aline, adoro esse seu jeitão carinhoso de escrever. Seu ótimo blog reflete isso.

Walmir disse...

Sabe o que, mano? Gilmar jah eh ex-magistrado em atividade. Perdeu credibilidade. Vive agora de extertores como foi aquele Roda Viva.
Abraco
Walmir
http://walmir.carvalho.zip.net

Anônimo disse...

19/12/2008 - 18:03 - Blog do Nassif

Gilmar Mendes e os Blogs

Por Dinha
Muito interessante:

Gilmar Mendes em coletiva hoje no STF, disse que os blogs - de sua oposição - inventam leitores. Que esses comentários nos blogs que o criticam são fictícios. Armados.

Segundo ele, Paulo Markun , durante entrevista na TV Cultura, disse estava preocupado com protestos e manifestações na porta da emissora , por conta da entrevista dele no programa.

Gilmar Mendes disse ao Markun : ” Essa gente não lotaria nem mesmo uma Kombi”.

PS: De certo a referência dele é a das Kombis que a Folha emprestou para a ditadura…

Adicional com algo do tipo, aquele é um mundo surreal e sem importância. Ou seja, o dos comentaristas e leitores de blogs.

Disse ainda que a Carta Capital ( sem dar o nome) é financiada e aparelho de Estado.

Afinal, quando é que os blogueiros vão fazer um movimentos para o MOSTRE A SUA CARA ALÉM DO COMPUTADOR?

Acho que deveríamos unir os blogs , lotar e plotar algumas Kombis e em comboio e dar as caras para bater na porta do STF.

Poderíamos plotar as KOMBIS do povo com a frase: NADA SURREAL , AINDA QUE REALMENTE INDIGNADOS

Posso até ver o presidente do Supremo fugindo como o leão da montanha em seu carro chapa branca - que longe está de ser uma kombi.

Fica a idéia para 2009

Enviado por: luisnassif - Categoria(s): Mídia

Mauro Sérgio disse...

O engraçado é que ele conseguiu se expôr ao mais absoluto ridículo, mesmo com um time de entrevistadores absolutamente servil.

O Roda-Viva já teve melhores entrevistadores e melhores entrevistados, mesmo com reaças de um lado e de outro.