sábado, 24 de julho de 2010

Serra e o narcotráfico

Os marqueteiros da campanha de Serra decidiram não levar à campanha na TV as acusações do candidato de vínculo do PT às FARC. Não ganha votos, disseram. Provavelmente. Mas fica claro para muitos o que pensa e de que lado está o candidato tucano. Dois vídeos podem ajudar a esclarecer.



Acima, o jornalista Miguel Urbano Rodrigues, editor do www.odiario.info, comenta a atuação das FARC-EP, com quem conviveu por semanas nas selvas colombianas. Para ele, a mídia internacional é a responsável pela criminalização e a acusação de narcotraficante ao movimento.



Acima, uma boa biografia de Álvaro Uribe, presidente do Colômbia, que deixa o cargo no próximo dia 7. Enquanto Serra acusa Evo Morales, presidente da Bolívia, de ser responsável pela cocaína que chega ao Brasil, Uribe tem uma extensa folha corrida de serviços prestados ao narcotráfico. Não são meras acusações, suposições, mas documentos, muitos deles do próprio governo americano.

Para o narcopresidente da Colômbia, nenhuma palavra de desagrado do candidato tucano.

Um comentário:

Miguel disse...

Excelentes esses vídeos...
Mostra muito bem quem é Uribe.
Peço sua permissão para divulgá-los, citando a fonte, claro!