sexta-feira, 24 de julho de 2009

A esquizofrenia do jornal O Globo

Nunca consegui ler o Globo sem alguns engulhos, tamanhas as campanhas embutidas, os erros grosseiros, o mau gosto editorial, a falta de contato com a realidade e um mínimo de algo que possa ser chamado de jornalismo. Mas, quando agora o jornal apenas tem como pauta a derrubada do Sarney e da Petrobras, não consigo nem ler a primeira página, ou principalmente ela. Fiquei sabendo por terceiros sobre destacada manchete que denunciava a Petrobras por alimentar uma empresa fantasma. Pois, a empresa responde, demonstra que nada tem de fantasma e revela outras empresas com quem tem negócios, entre elas a TV Globo.

Não acredito que o jornal que tenha herdado tantos jornalistas do quase finado Jornal do Brasil, que domina o mercado no Rio de Janeiro há muito, não consiga apurar corretamente suas matérias a ponto de deixar rabos como esse. Provavelmente será exemplo para entrar na história do jornalismo brasileiro, motivo de muitas chacotas em sala de aula de futuros estudantes de jornalismo.

5 comentários:

Adriano Matos disse...

Toooma!!

Mais cinco anos nesse embate, Jurandir, e a grande mídia será obrigada, enfim, a fazer jornalismo sob pena de se verem esvaziadas de todo recurso e credibilidade.

portedoree disse...

So leio a versão online e juro que às vezes acho que as noticias são piadas. Na época de BBB, o mundo pode esta pegando fogo que eles dão mais detaque pro programa. E uma vez li a seguinte manchete: 'Bebê de 2 anos é mordido na creche". Eh verdade!!!!! Comecei a ler a matéria e logo no inicio eles explicavam: "O agressor, de 3 anos, deu 15 mordidas na vitima, etc". Que vergonha! Devem ser esses jornalistas que devem estar com medo das consequencias da não exigência do diploma. Ja foi tarde!

portedoree disse...

So pra não dizer que tô mentindo: http://oglobo.globo.com/rio/mat/2009/05/08/bebe-leva-20-mordidas-em-escola-da-barra-755784156.asp

Tinha que ser na Barra, né? Pq se fosse em Marechal...

Jurandir Paulo disse...

Adriano e Amanda, obrigado pela participação. Descobri com vocês dois excelentes blogs. Farão parte de nossas leituras habituais.

Anônimo disse...

A produção de biocombustível prejudica a produção de alimentos.
O biodisel é inviável.
A perfuração do pré-sal é insegura.
Vi em um programa da TV a cabo que a principal pesquisa de utilização do etanol é feita pela Volvo, e a palavra Brasil não foi mencionada uma única vez.
A Petrobrás é uma empresa estatal(desculpem o palavrão) corrupta e incompetente.
A solução é simples: PRIVATIZAR, com as ações desvalorizadas e de preferência com dinheiro do BNDES...
Vamos revirar o baú dos avós e bisavós e procurar a bandeira do Petróleo é Nosso, e rápido.

Maria Véia