quarta-feira, 22 de julho de 2009

É racista e fascista, sim!


Na quase visita ao Brasil do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, nossa mídia só faltou convocar seus leitores a irem às ruas protestar contra sua presença. Manifestações aconteceram, com amplo destaque na mídia. Editoriais e colunistas amestrados não economizaram palavras contra o “representante do atraso”, que não respeita os direitos humanos, que defende a destruição do Estado de Israel etc.

Agora, no Brasil, temos a visita do ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Liberman, que tem tanto respeito aos direitos humanos como tinha Gengis Kahn, e nossa mídia não tem um único editorialzinho para lembrar de quem se trata. Nenhuma indignação, apenas seu jeito de fofocar e fazer intriga contra o governo, criticando declarações do secretário de assuntos internacionais do PT, Valter Pomar, que o chamou de racista e fascista. Exagerou? Nem um pouco. Vejamos um pouco de sua biografia, reproduzida do jornal Água Verde, de Londrina, por Altamiro Borges:

• Em 1998, ele defendeu a inundação do Egito através do bombardeio da Represa de Assuã;

• Em 2001, como ministro da Infraestrutura Nacional de Israel, propôs que a Cisjordânia fosse dividida em quatro cantões sem governo palestino central e sem a possibilidade dos palestinos transitarem na região;

• Em 2002 o jornal israelense Yedioth Ahronoth publicou a seguinte declaração de Liberman: “As 8 da manhã nós vamos bombardear todos os seus centros comerciais, à meia-noite as estações de gás, e às duas horas vamos bombardear seus bancos”.

• Em 2003 o diário israelense Haaretz informou que Liberman defendeu que os milhares de prisioneiros palestinos detidos em Israel fossem afogados no Mar Morto, oferecendo, cinicamente, ônibus para o transporte;

• Em maio de 2004, ele propôs um plano de transferência de territórios palestinos, anexando os territórios palestinos e expulsando a população nativa;

• Em maio de 2004, afirmou que 90% dos 1,2 milhão de cidadãos palestinos de Israel “tinham de encontrar uma nova entidade árabe para viver”, fora das fronteiras de Israel. “Aqui não é o lugar deles. Eles podem pegar suas trouxas e dar no pé!”

• Em maio de 2006, ele defendeu o assassinato dos membros árabes do Knesset (Parlamento israelense) que haviam se encontrado com os membros do Hamas integrantes da Autoridade Palestina para discutir acordos de paz na região;

• Em dezembro de 2008, defendeu o uso de armas químicas e nucleares contra a Faixa de Gaza, afirmando que seria “perda de tempo usar armas convencionais. Devemos jogar uma bomba atômica em Gaza para reduzir o tempo de conflito, assim como os EUA atacaram em Hiroshima na Segunda Guerra”, afirmou em entrevista em jornal israelense Haaretz;

• Em junho de 2009, discursou no Knesset israelense ameaçando “transformar o Irã num aterro”, através do bombardeio do país com armas nucleares.


Como se vê, é alguém a quem Joseph Goebbels bateria continência com respeito. Segue pelo país, em paz, em carro protegido e pilotado pela temida Shabak, a CIA de Israel, e nossa mídia olha para o outro lado, fazendo sua grande especialidade, o mexerico. De direita e racista, é claro.

9 comentários:

kelly disse...

bem lembrado, Jurandir. tanto os pontos q o sujeito defende quanto o silêncio a visita. mas eu colocaria a bandeirinha de israel com o símbolo da suástica. esse bloguinho pode ser motivo de confusão.

Raphael Tsavkko Garcia disse...

Dois fatos sobressaem:

Primeiro o completo blackout midiático. Quando era Ahmadinejad o visitante a imprensa não tardou em acusar, xingar, ameaçar e "noticiar" absurdos, protestos contra Ahmadinejad foram encenados, gritos de repúdio e etc. Agora, nem uma palavra sequer. Poucos souberam antes do dia ou do dia anterior à visita da chegada do Genocida.

Segundo, a tentativa dos poucos em torno da grande mídia (o velho PIG) de tentar tornar irrelevante a visita, de tentar colocar panos quentes. Oras, a visita de Ahmadinejad era caso de polícia, mas a de um genocida não é nada, é normal, até irrelevante?

De onde vem os dois pesos e duas medidas?

Onde está a mídia toda poderosa para questionar as razões da visita de Lieberman? Onde está a mídia para questionar o genocida sobre o relatório divulgado pela ONG "Quebrando o Silêncio" sobre as práticas assassinas de Israel em Gaza? Porque o PIG se limita a dizer que "não há problemas", "é irrelevante", sem no entanto questionar as razões da vinda desta figura nefasta, as consequências e tudo mais?

Ah, só para constar, com Lieberman veio ainda a deputada do Kadima Ruhama Balila, mais uma das corruptas da região. Talvez fazer par com os nossos milhares. Aliás, amanhã, em Brasília, ela se sentirá em casa.

Mais em: http://bit.ly/GgnYF e
http://bit.ly/ZbV2I

Anônimo disse...

FORA DAQUI ESCÓRIA!

Anônimo disse...

Livros proibidos no Brasil-Por Severo Gomes em 27/03/2008 ( http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2008/03/415601.shtml )

Imortal Gustavo Barroso-Presidente da ABL?Cadeira nº 19 em 1923
Escreveu:A História Secreta do Brasil em 1936 -3 Vol.
(Livro de EDIÇÃO e VENDA proibida pelos JUDEUS no Brasil):

É preciso Compreender, que o judaísmo está FORA DOS POVOS e quer o ESMAGAMENTO DE TODOS.

Por isso, Lança UNS CONTRA OS OUTROS, através da ASTÚCIA e das INTRIGAS; Criando e Lucrando com: a CORRUPÇÃO NOS ÓRGÃOS e ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS; CONFLITOS, PENÚRIAS, AFLIÇÕES E A DESUNIÃO DE TODOS.

Para chegar a seus fins, o judaísmo mascara-se com todas as Máscaras e Manobras, usando de sua MÃO OCULTA, dos BRAÇOS das Sociedades Secretas como a MAÇONARIA, que se encontram por toda a parte, TRABALHANDO e CONSPIRANDO ANONIMAMENTE em favor do Povo de Israel, criando INTRIGAS MAÇÔNICAS que Confundem e Dilaceram o Brasil e toda sua gente; OCULTANDO satânicamente o Minotauro do JUDAÍSMO; a espera do momento de DEVORAR e SABOTAR as gerações de Brasileiros.

Os judeus Trabalham e Conspiram mais efetivamente contra nós DISSIMULADAMENTE; e são centenas de vezes mais perigosos à nossa liberdade e coletividade, do que os exércitos inimigos.

Nenhum sistema social no mundo permanecerá sadio, enquanto hospedar o verme Judeu, que muito INSIDIOSAMENTE, irá Perverter toda a cultura, Sabotando e Estrangulando esse país criando o CAOS SOCIAL; até destruir cada povo hospedeiro.

Agem como vampiros, tornam-se fortes, Alimentando-se TRAIÇOEIRAMENTE das vidas das vítimas e povos inocentes, CORROMPENDO-OS, e condenando-os a servidão; e que serão destinados,mais cedo ou mais tarde,a sangrarem até à morte.

Eles possuem uma fé, que SANTIFICA o ROUBO A TERCEIROS; desprezam tudo o que nos é sagrado, e Promovem tudo o que nos é Destrutivo e Repulsivo Socialmente(Corrupção, Funcionários públicos Corrutos, Drogas, Sexo prematuro infantil, Vício do Alcool e etc...).

Vivem dispersos pelo mundo, mantém sua coesão, são criaturas Ardilosas, Perigosas e Hostis. Não se misturam; e ESTIMULAM á INTRIGA e a DESUNIÃO ENTRE OS POVOS, uma vez que os consideram inimigos de morte.

ARRUÍNAM as raízes da sociedade; Trabalham em SEGREDO e Ocultos na Noite, para DEMOLIREM as fundações SOCIAIS da nação hospedeira; INFECTAM o corpo político e CORROMPEM os Órgãos e as Administrações Públicas a tal ponto que estas sucumbem.

Assim, a Desordem que fomentam em todos os âmbitos, só lhes pode ser proveitosa, porque a ANARQUIA e a RUÍNA dos povos entre os quais acampam; é o seu elemento de vida.

Uma nação jamais será Livre e Justa, enquanto à TRAIÇÃO for gerada dentro de si mesma, com CORRUPTORES,TRAIDORES e SABOTADORES, movendo-se livremente dentro do País, Infeccionando e Corrompendo os Governos.
______________________________________________________

O Talmud-O Código de Conduta e Social dos Judeus:
http://vho.org/aaargh/fran/livres6/OTalm.pdf

http://www.scribd.com/doc/8500181/Talmud-Desmascarado
______________________________________________________

OS PROTOCOLOS dos Sábios de Sião
http://www.radioislam.org/protocols/indexpo.htm

pcaval disse...

colega

alon
esconde-se
como esquerdinha
maisé
é direitona

Cássio V. Coutinho disse...

É bom lembrar que não é pelo fato de o Ministro das Relações exteriores de Israel odiar os árabes e achar que eles têm mais é que morrer que os árabes se tornam santos imaculados. No mundo árabe também existem extremistas, aqueles que entram na tal da Jihad para matar e morrer em nome de Allah, achando que ninguém mais presta neste mundo, só os muçulmanos. Quanto a Israel x Palestina, de um lado existem criaturas insanas que bombardeiam tudo e tentam de qualquer maneira destruir a Autoridade NAcional Palestina e de outro há o Hamas e aqueles outros grupos extremistas com disposição de sobra para ir ao combate contra os israelenses.

Aproveito para anunciar um blog meu que foi criado há poucos dias: http://cassiusblogger.blogspot.com

infinitoaldoluiz disse...

ODEIAM E DESPREZAM OS POVOS QUE ESCRAVIZAM E EXPLORAM... ATÉ QUANDO VAMOS CONTINUAR NEGANDO ESSA DESCARADA CONSPIRAÇÃO E ENTREGANDO NOSSAS VIDAS NAS MÃOS DESSA MÁFIA DA NEW WORLD ORDER QUE NOS ESCRAVIZA E AGORA QUER NOS EXTERMINAR FATURANDO ANTES, COM SUA MÍDIA, FORTUNAS PARA ALIMENTAR SEUS CANHÕES CONTRA NÓS? SINTO MUITO, SOU GRATO!

Adriano disse...

Ahmadinejad nunca disse que queria varrer Israel do mapa. Essa figura de linguagem não existe na língua dele. A visita dele ao Brasil não é caso de polícia.

A imprensa corrupta controlada pela Oligarquia, pelo Imperialismo e pelo Sionismo repetem que Ahmadinejad quer destruir Israel pois assim eles têm um álibi para um criminoso ataque preemptivo contra o Irã.

Adriano disse...

Avigdor Lieberman indiciado por fraude, lavagem de dinheiro, obstrução de justiça, etc...

http://www.haaretz.com/hasen/spages/1104522.html