quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

As leituras

Normal seria este caminho mesmo. Não pensei que fosse tão definitivo.

Eu queria poder dar meu depoimento para pesquisadores de opinião, mas eles não iriam entender, ou iriam lançar frases que só deturpariam o que penso, que virariam ppts para diretores burros. Bem, eu não tenho certeza se saberei expressar exatamente o que penso, mas vai a tentativa.

Não leio mais os jornalões e não assisto o JN. Eu só leio blogs. As pautas que estes trazem às vezes me levam aos melancólicos sites dos jornalões, que tantam dar "voz" aos seus leitores. O que é quase sempre motivo de risadas e uma certa tristeza, já que o leitor e comentarista médio de sites como o Estadao ou d'O globo são pessoas do tipo que apóiam pena de morte** ou que acham que Lula matou a Dora Bria.
(nesta linha, eu acho que foi o JK. Ele fez Brasília e a cultura automobilística, so...)

E sei que não estou só. A cada dia, os jornais impressos perdem mercado, o JN perde espaço, na última eleição presidencial blogs tomaram conta da pauta. Os blogueiros escrevem melhor e com português mais correto que os *jornalistas* que habitam redações decadentes.

Só falta alguém avisar aos editores que eles estão perdendo feio.

**. vale ler os comentários do globoonline no caso da mulher racista como exemplo do tipo de pessoa que dá as caras ali. medo



3 comentários:

Igor Romanov disse...

Cara Kelly,

Visitei seu blog e gostei deveras. Tomei a liberdade de adicioná-lo aos meus favoritos. Tenho um bloguezinho de resitência desde setembro de 2006. Participei da resistência ao golpe que tentaram dar na reeleição do Lula. Modestamente, nós, os blogs, fizemos a mídia canalha e golpista recuar. A blogosfera venceu a mídia podre, o delegado Edmilson com seu golpe fajuto do dinheiro e bancou a eleição do metalúrgico, em 2006. Seja bem-vinda à resistência!

visite-me:
http://alexeievitchromanov.zip.net/

Igor

César xrmr disse...

Kelly,

Não estamos sós. Na verdade, estamos muito bem acompanhados.

Antonio disse...

Não está só mesmo não, eu também na maior parte das vezes só leio blogs, para contrapor as inverdades publicadas pelo mídia elitista.

Antonio
Serrinha-BA